Search

Content

sexta-feira, 6 de maio de 2011

08 de maio - Dia do Artista Plástico

Comemoração dupla, rsrs

Dia 08 de maio comemora-se o Dia do Artista Plástico. É uma data que as pessoas não celebram, não há divulgação, a maioria das pessoas, além de muitos artistas plásticos, nem lembram dela, mas ela existe. Com a intenção de não deixar esse dia passar totalmente em branco, e quem sabe, ser mais lembrado no próximo ano, resolvi escrever algumas linhas.
O Dia do Artista Plástico foi escolhido como uma homenagem ao pintor José Ferraz de Alencar Junior, nascido no dia 08 de maio de 1851, na cidade de Itu, estado de São Paulo. Almeida Junior teve uma carreira rica, estudou na Academia Imperial de Belas-Artes, onde foi aluno de Victor Meireles. Obteve, também, formação na Escola Superior de Belas-Artes de Paris e faleceu, tragicamente, no dia 13 de novembro de 1899, em Piracicaba-SP.
Quais as recompensas de ser artista plástico, se vale a pena ou não exercer essa profissão? Bem, em primeiro lugar, considero que vale a pena ser o que a gente quer ser, fazer o que gosta, mesmo que isso seja menos ou mais lucrativo financeiramente. Acredito que o primordial da vida é ser feliz. Com certeza, passamos a maior parte da vida trabalhando, então, nada melhor que trabalhar em algo que nos dê prazer. Com prazer fica mais fácil o empenho e o conseqüente triunfo na nossa profissão, longe de ser um trabalho “mecânico”, feito com o único objetivo de ganhar o salário do fim de mês. Por isso, vale a pena ser artista plástico.
Obter prazer trabalhando e colaborar com a vida cultural da cidade e região é sempre gratificante. Acredito que quando trabalhamos com amor, de forma séria, de forma profissional, podemos ter retorno em qualquer profissão. Não estou dizendo que é uma tarefa fácil. É preciso correr atrás, não ficar parado no tempo e no espaço, esperando as coisas acontecerem. É necessário ser uma pessoa ativa e, digo isso, referindo-me a qualquer profissão.
Fazer uso de seu tempo de forma consciente, não deixando, simplesmente, a vida passar. Trabalhar com arte é sempre empolgante. Nas artes, além do aspecto financeiro, existe a questão de comunicação, de conseguir uma resposta das outras pessoas, é possível transmitir sensações através da pintura. É possível, questionar, ensinar, provocar, revolucionar e fazer pensar. Sempre precisamos pensar.
Infelizmente, a profissão do artista plástico ainda não é regulamentada por lei, mas esse problema não é empecilho para nós, artistas plásticos, que acreditamos em nossa profissão. Felicito todos os artistas plásticos pela passagem de seu dia e agradeço todas aquelas pessoas que acreditam na arte. Uma vez ligado nas artes, o interruptor não apaga mais.

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe o seu comentário

Arquivo do blog

Total de visualizações de página

Quem sou eu

Minha foto

Feirense, graduada em Administração, e artista plástica  especialista no desenho retrato com uma abordagem realista e sóbria, que utiliza exclusivamente a técnica do pastel, iniciou nas artes ainda na infância tem como foco fundamental a expressão dos rostos, seus temperamentos e a psicologia da expressão, a tradução de um sentimento, de uma emoção fugidia e instantânea. Começou a expor em 1996 após concluir o curso no Centro Universitário de Cultura e Arte (Cuca), é uma das fundadoras do Grupo de Arte contemporânea de Feira de Santana, pesquisadora da arte rupestre com exposição desse tema em 2007, e amante da arte contemporânea, na qual aborda temas polêmicos.
"Só me dirijo às pessoas capazes de me entender, e essas poderão ler-me sem
perigo."Marquês de sade

Seguidores

Redes