Search

Content

segunda-feira, 3 de outubro de 2016

Amor x Ramati

Olá pessoal, desculpe minha ausência nos últimos dias. Estou com pouco tempo para preparar as matérias, contudo tentarei me organizar para acordar mais cedo, como fiz hoje, e atualizar o blog. Tentarei! Mas vamos lá.
Sou uma mulher, artista, mãe que não desiste, que tem coragem, que não se vê como vítima, que assume sua dor, mas não se deixa abater por ela. Que sente raiva, tristeza, angústia, mas não as vê como obstáculos e sim como emoções que precisam ser sentidas e encaradas, não guardadas debaixo do tapete. Que enxerga o peso do passado, contudo entende que só depende de mim para fazer um futuro diferente e melhor. Uma mulher  que não se limita aos nãos da vida, mas os enxerga como possibilidades de aprender e melhorar. Enfim, encaro os problemas o amor nao vivido(ramati)rsrs
 como oportunidade e assim os transformam em bençãos.

1 comentários:

Anônimo
at: segunda-feira, outubro 03, 2016 disse...

HUM HUM !!! Marluce Moura.

Postar um comentário

Deixe o seu comentário

Arquivo do blog

Total de visualizações de página

Quem sou eu

Minha foto

Feirense, graduada em Administração, e artista plástica  especialista no desenho retrato com uma abordagem realista e sóbria, que utiliza exclusivamente a técnica do pastel, iniciou nas artes ainda na infância tem como foco fundamental a expressão dos rostos, seus temperamentos e a psicologia da expressão, a tradução de um sentimento, de uma emoção fugidia e instantânea. Começou a expor em 1996 após concluir o curso no Centro Universitário de Cultura e Arte (Cuca), é uma das fundadoras do Grupo de Arte contemporânea de Feira de Santana, pesquisadora da arte rupestre com exposição desse tema em 2007, e amante da arte contemporânea, na qual aborda temas polêmicos.
"Só me dirijo às pessoas capazes de me entender, e essas poderão ler-me sem
perigo."Marquês de sade

Seguidores

Redes