Search

Content

sexta-feira, 9 de dezembro de 2011

Alma de artista

Foi feito pra mim, Obrigada Marcio Magalhães !

Um dia aparece, dois dias some,

Quando vou, você volta
Quando posso, diz que não
Quando marca, eu desmarco
Quando ligo, você desliga
Quando um esta no sitio
O outro na vaquejada
Chamo pra cá, você diz que é melhor lá

Oito apesar de ser infinito
É o tempo sem visão
Estranha sensação
De recusa e aceitação
Seres que se desejam
Em partilhas, sorriso
Arte, afinidades, pensamentos
Admiração
Sorrisos a parte
Duvidas a frente
E a vontade ao esmo

Ambiguidade na voz
Confusa sorte
Alma de artista
Perpassa o indizível
Pois atitudes
Esvai-se pelos labirintos
Das experiências frustrantes
A alma transcende
O entendível
E assim somos
Sem prosápias
Seres especiais
Que fogem da banalidade
Dos dias comuns

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe o seu comentário

Arquivo do blog

Total de visualizações de página

Quem sou eu

Minha foto

Feirense, graduada em Administração, e artista plástica  especialista no desenho retrato com uma abordagem realista e sóbria, que utiliza exclusivamente a técnica do pastel, iniciou nas artes ainda na infância tem como foco fundamental a expressão dos rostos, seus temperamentos e a psicologia da expressão, a tradução de um sentimento, de uma emoção fugidia e instantânea. Começou a expor em 1996 após concluir o curso no Centro Universitário de Cultura e Arte (Cuca), é uma das fundadoras do Grupo de Arte contemporânea de Feira de Santana, pesquisadora da arte rupestre com exposição desse tema em 2007, e amante da arte contemporânea, na qual aborda temas polêmicos.
"Só me dirijo às pessoas capazes de me entender, e essas poderão ler-me sem
perigo."Marquês de sade

Seguidores

Redes