Search

Content

terça-feira, 8 de maio de 2012

Modo M3 de ser


É duro admitir mas ser M3 é falar sem medir consequências. É dizer "vem" e se assustar com o tocar da campainha. Ser M3 é não ter hora de ir pra praia nem ter hora pra sair de lá. É de repente nem aparecer. É a  espontaneidade que só quem tem, sabe. Só quem é M3, entende. É mudar de opinião, mudar de atitude ao sentir vontade. Desejo, logo faço. Não quero, tudo bem. É ser sincera ao falar e verdadeiro ao omitir. É viver sem obrigações. Ser responsável com o seu querer. Me desculpem os normais mas ser M3 é ser natural. É confiar nos próprios instintos. É encontrar com celebridade na rua e virar o rosto para olhar o por-do-sol. É ser blasé com a própria rotina. É sorrir para o surreal. É sair para a night de havaianas e cabelo molhado. Ir para o shopping como quem muda de cômodo. É fazer tudo numa ida à esquina. É ver o inédito como óbvio. É dizer sim sem balançar a cabeça e depois virar pro lado e dizer: "An?" Ser M3 é voltar pra casa do trabalhar e olhar a paisagem verde. É dormir até tarde sem pressa de viver. Porque a vida está lá fora. A natureza é aqui. Sem pressa, sem compromisso. É o apenas sentir. É gostar de pagodão e de musica erudita . Sem frescura nenhuma. É ser amiga do estranho. É ver corpos bonitos passar e poder contemplar a beleza de ser e de estar. É ser artista sem a necessidade de ser famosa. É sorrir para qualquer mendigo na rua. É gostar de  principe e tambem de lobo mau , ter medo mas não se afligir. Ser M3 é se permitir.

Arquivo do blog

Total de visualizações de página

Quem sou eu

Minha foto

Feirense, graduada em Administração, e artista plástica  especialista no desenho retrato com uma abordagem realista e sóbria, que utiliza exclusivamente a técnica do pastel, iniciou nas artes ainda na infância tem como foco fundamental a expressão dos rostos, seus temperamentos e a psicologia da expressão, a tradução de um sentimento, de uma emoção fugidia e instantânea. Começou a expor em 1996 após concluir o curso no Centro Universitário de Cultura e Arte (Cuca), é uma das fundadoras do Grupo de Arte contemporânea de Feira de Santana, pesquisadora da arte rupestre com exposição desse tema em 2007, e amante da arte contemporânea, na qual aborda temas polêmicos.
"Só me dirijo às pessoas capazes de me entender, e essas poderão ler-me sem
perigo."Marquês de sade

Seguidores

Redes