Search

Content

quarta-feira, 16 de julho de 2014

Conheça a Árvore da Felicidade segundo a lenda

Originária da Polinésia a Árvore da Felicidade é uma árvore cercada de crendices e superstições sendo encontrada em duas espécies, como a Polyscias Guilfoylei que é considerada a planta macho e a Polyscias Fruticosa que é a planta fêmea, e apesar de não serem da mesma espécie trocam gametas entre si.
Sonho em ganhar uma árvore dessa há um tempo, pela simbologia dela, que considero muito bonita e vou dividir com vocês! :)#ficaadica
Segundo a tradição oriental, as “Árvores da Felicidade” trazem SORTE e ALEGRIA a quem as cultiva. Uma das condições para a boa fortuna chegar, é a de que devemos receber as mudinhas de presente. Assim, é o presente ideal para darmos a quem desejamos muita sorte, felicidade e energias positivas. Elas se tornaram bem populares nos anos 70, quando a moda era usá-las formando um par:  Assim, para trazer boa sorte, a tradição é dar um vaso com ambas as espécies.
=-

A Árvore da Felicidade apesar de ser assim chamada, não passa de um arbusto que atinge uma altura máxima de cinco metros, e pode ser cultivada em locais sem muitos espaços, até mesmo dentro de casa.

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe o seu comentário

Arquivo do blog

Total de visualizações de página

Quem sou eu

Minha foto

Feirense, graduada em Administração, e artista plástica  especialista no desenho retrato com uma abordagem realista e sóbria, que utiliza exclusivamente a técnica do pastel, iniciou nas artes ainda na infância tem como foco fundamental a expressão dos rostos, seus temperamentos e a psicologia da expressão, a tradução de um sentimento, de uma emoção fugidia e instantânea. Começou a expor em 1996 após concluir o curso no Centro Universitário de Cultura e Arte (Cuca), é uma das fundadoras do Grupo de Arte contemporânea de Feira de Santana, pesquisadora da arte rupestre com exposição desse tema em 2007, e amante da arte contemporânea, na qual aborda temas polêmicos.
"Só me dirijo às pessoas capazes de me entender, e essas poderão ler-me sem
perigo."Marquês de sade

Seguidores

Redes