Search

Content

terça-feira, 15 de maio de 2012

oscilando as emoções

Acabei de ler um e-mail de um amigo, sabe aqueles amigos que falam com propriedade que te conhece, ele é um desses. No e-mail dizia o seguinte:

"Acho q vc precisa manter uma posicão com relacão ao seu sentimento,e näo ficar com tantas oscilacões de comportamento,vc precisar estar focada em seu trabalho e portanto precisa estar com a cabeça em Paz.
tenho percebido mesmo de longe, q vc vive meio tomada por indecisöes, q as vzs näo valem a pena, pq, de certa forma faz parte de um passado." J.P.
Realmente tem dias que estou ótima, produtiva, fazendo muito sucesso...., e do nada bate uma D.E.P.R.E.
Sei que essa oscilação  limita ainda mais as minhas possibilidades de ser feliz, mas tem horas que me sinto melhor assim como estou, pelo menos não tenho mais a falsa impressão de estar com alguém.

Talvez eu esteja idealizando demais e tornando o difícil em impossível, mas eu quero jogar os dados e ver no que dá, conseguir mudar o meu proprio destino.

Quero alguém  para dividir meus sonhos e os sonhos dele, minhas alegrias e as alegrias dele, minhas tristezas e as tristezas dele, meus planos e os planos dele. Não acredito mais que duas pessoas possam formar uma única vida, mas que possam se completarem e viverem duas vidas juntos!

Nem sei se existe alguém assim, nem tenho certeza de que eu sou assim e de que sou merecedora de uma pessoa assim. E sei que além de tudo isso precisa rolar ‘a química’, mas vamos lá a luta.

A luta é árdua e mesmo coisas como emagrecer seriam mais fácil se tivesse um estímulo de alguém. Mas não posso ficar sentada esperando por alguém que nem sei se existe. Vou a luta sozinha mesmo, esperando pela pessoa que pode transformar minha vida e me divertindo com as que apenas passam por ela.

Arquivo do blog

Total de visualizações de página

Quem sou eu

Minha foto

Feirense, graduada em Administração, e artista plástica  especialista no desenho retrato com uma abordagem realista e sóbria, que utiliza exclusivamente a técnica do pastel, iniciou nas artes ainda na infância tem como foco fundamental a expressão dos rostos, seus temperamentos e a psicologia da expressão, a tradução de um sentimento, de uma emoção fugidia e instantânea. Começou a expor em 1996 após concluir o curso no Centro Universitário de Cultura e Arte (Cuca), é uma das fundadoras do Grupo de Arte contemporânea de Feira de Santana, pesquisadora da arte rupestre com exposição desse tema em 2007, e amante da arte contemporânea, na qual aborda temas polêmicos.
"Só me dirijo às pessoas capazes de me entender, e essas poderão ler-me sem
perigo."Marquês de sade

Seguidores

Redes