Search

Content

segunda-feira, 28 de novembro de 2011

A caixa preta

Ai,ai ai.... Me mandaram um e-mail com essas perguntas,são 1:13 da manhã...., não tenho nada melhor pra fazer. Então, vou me esforçar para responder com clareza o que é importante saber sobre mim. É dificil,p? não tenho opinião formada sobre tudo rsrsr
- contar seis fatos da minha caixa preta. (essa é a proposta da brincadeira); - indicar seis blogueiros para continuar a brincadeira; - avisar esses blogueiros que eles foram indicados.
E vamos ao que interessa: 1- Preciso de incentivo e admiração .
Esse é um fato sobre mim que não há como negar. Em qualquer trabalho que eu faça, na área profissional e voluntariado , se não recebo um elogio, um comentário ou um simples feedback de forma constante, eu me desanimo totalmente à continuar. Sim, eu gosto de atenção!(porem não sei ouvir criticas). Quer me irritar? Me critique. Eu fico pra morrer!!!
2- Gosto de tudo que seja novo, diferente, rápido, divertido e excitante.
Se pudesse me definir em uma palavra, ela seria "intensidade". Não consigo viver nada de forma superficial, no mais ou menos. Detesto rotina, viver na mesmice diária. Sou capaz de arranjar uma briga por nada com o meu "amore" só pra sair da rotina e depois de 5 minutos estamos "renovados" na relação. hehehehehe
3- Sou auto-suficiente
Hoje em dia menos, mas já fui do tipo: eu sou eu e o resto é "resto". Tenho em mim um sentimento de que "eu me basto " para vencer e ser feliz. Se o mundo acabar e eu ficar sozinha por aqui, tudo bem, eu me viro. Vou recomeçar e tentar fazer um mundo melhor do que aquele que existia antes. Arregaço as mangas e vou com tudo atrás do meu objetivo. (Aliás, adoooooro as palavras: metas, objetivos, desafios...hehehehe) Bem, talvez eu precisasse de alguém para incentivar com palavras, né? huahahuahuahuahuahuahuahuahahuahuahuahuahuahuahuahahuahuahuahuahuahua
4- Apaixono-me com muita rapidez, mas também desinteresso-me com a mesma velocidade.
Eu sempre achei que isso era culpa da minha mãe que vivia me dizendo para eu me amar mais do que a qualquer outro, não permitir que me fizessem sofrer. Seja nos namoros de adolescente ou nos circulos de amizade, eu sou muito rapida para gostar das pessoas, mas pisou na bola comigo? Adeus! Seja feliz! Até nunca mais! E bola pra frente..(mais é so se me fizer raiva)
. 5- Detesto...
"Tudo que seja previsível e mundano. Detalhes menores, o pessimismo, a vacilação, as demoras. Todos os tipos de fragilidades, ou ficar em repouso se doente. Subserviência e estilos de vida sedentários." E ter a obrigação de esta com uma pessoa porque vc assinou um papel(casamento),o bom é a liberdade de escolha,poder esta com a pessoa que vc quiser na hora q vc quiser sem ser obrigada... Ufa! são realmente as coisas que detesto na "minha vida"
. 6- Não sou dona do mundo, mas sou filha do dono...
E como tal, tenho uma imensa vontade de resolver os problemas do mundo inteiro. Começando pelo amigo desempregado, até a criança que está sem condiçoes de sobrevivencia lá na China. Sim, eu me preocupo demais com os problemas alheios e por isso evito ao máximo ler jornais e revistas que falam sobre os problemas do mundo, porque eu me envolvo muito, emocionalmente.
Acho que só...
- Que sou doida de pedra,louca,pirada não é mais novidade kkkk ..... Eta já passou das 6 coisas,mas vou falar de um sonho. Alias pensando bem deixa quieto, tem muita gente lendo o meu blog rsrs

Arquivo do blog

Total de visualizações de página

Quem sou eu

Minha foto

Feirense, graduada em Administração, e artista plástica  especialista no desenho retrato com uma abordagem realista e sóbria, que utiliza exclusivamente a técnica do pastel, iniciou nas artes ainda na infância tem como foco fundamental a expressão dos rostos, seus temperamentos e a psicologia da expressão, a tradução de um sentimento, de uma emoção fugidia e instantânea. Começou a expor em 1996 após concluir o curso no Centro Universitário de Cultura e Arte (Cuca), é uma das fundadoras do Grupo de Arte contemporânea de Feira de Santana, pesquisadora da arte rupestre com exposição desse tema em 2007, e amante da arte contemporânea, na qual aborda temas polêmicos.
"Só me dirijo às pessoas capazes de me entender, e essas poderão ler-me sem
perigo."Marquês de sade

Seguidores

Redes