Search

Content

terça-feira, 1 de outubro de 2013

Os 10 mandamenotos para aquela hora especial

1. Não te negarás a participar da transa Essa foi a resposta mais repetida: eles odeiam que a gente fique parada, participando apenas com o olhar. Isso é coisa de boneca inflável.
 2. Não serás demasiadamente autocrítica Acredite: eles não estão nem aí para a celulite ou a estria. Na hora H, tem muito mais coisa pra se fazer do que ficar preocupada com o seu culote no espelho do motel.
 3. Não farás caras e bocas Não é para ficar parada, mas tampouco vale forçar a barra bancando a atriz pornô. Você não é a Gretchen. Ainda bem.
 4. Não falarás com vozinha de criança Entre quatro paredes, vale tudo. Ou quase tudo. Muitos dos homens entrevistados odeiam que a gente faça beicinho – fora ou dentro do quarto.
 5. Não serás mandona Deixe isso pros seus subordinados do escritório; com seu parceiro, use sugestões. A não ser que isso seja fetiche dele. Neste caso, use algemas.
 6. Não analisarás as fantasias dele Se ele está fantasiando, não quer discutir o assunto. Lembre-se de que vocês não estão transando em um divã e nem pense em começar um interrogatório.
 7. Não armarás arapucas Fala o nome de outra mulher, fala!. Ele fala – e você lhe come o fígado. Não adianta inventar se você não consegue acompanhar o tranco depois.
 8. Não te compararás às ex Ele está com você porque quer. Não deixe as minhocas atacarem sua cabeça, especialmente na hora da diversão. Quem vive de passado é museu, simples assim.
 9. Não chorarás sobre o leite derramado Não dá pra prever se o sexo vai ser bom. Se foi bom, ótimo. Se foi ruim, desencane – ou tente melhorar. Mas nada mais chato do que uma pessoa que fica reclamando na sua orelha e te fazendo se sentir o único culpado de uma coisa que para acontecer precisou de dois.
 10. Não fingirás orgasmo Não que ele vá saber a diferença, mas enfim. A questão é ética mesmo. Pense assim: se ele achar que está agradando, não vai rebolar pra mudar nada. Então é bom que você deixe claro desde o começo do que gosta e do que não gosta – só assim se faz um bom sexo.

Arquivo do blog

Total de visualizações de página

Quem sou eu

Minha foto

Feirense, graduada em Administração, e artista plástica  especialista no desenho retrato com uma abordagem realista e sóbria, que utiliza exclusivamente a técnica do pastel, iniciou nas artes ainda na infância tem como foco fundamental a expressão dos rostos, seus temperamentos e a psicologia da expressão, a tradução de um sentimento, de uma emoção fugidia e instantânea. Começou a expor em 1996 após concluir o curso no Centro Universitário de Cultura e Arte (Cuca), é uma das fundadoras do Grupo de Arte contemporânea de Feira de Santana, pesquisadora da arte rupestre com exposição desse tema em 2007, e amante da arte contemporânea, na qual aborda temas polêmicos.
"Só me dirijo às pessoas capazes de me entender, e essas poderão ler-me sem
perigo."Marquês de sade

Seguidores

Redes