Search

Content

segunda-feira, 15 de abril de 2013

O que tem de bão no estado de Minas

 Se você pensou no pão de queijo ou no Atletico Mineiro. ERROU!  rsrsr Que a justiça seja feita: são os homens.


Dizem que o melhor homem é o  mineiro. Quem nunca provou do temperinho das Minas?  Não, nu sabe o ce tá perdendo. Por trás daquele sotaque rastado, daquela falinha mansa,daquele jeitim quietim, quietim, tem um moço que tem o charme, a pegada, a cantada.
Não tem nada melhor do que ficar braçadinha e aconchegada num colo bem mineiro. Só eles tem o poder de derreter qualquer mulher com meia dúzia de palavras bonitas. E quando te chamam pra comer um queijim com goiabada e falam que você é a mulher mais linda do mundo? É pra paixonar de verdade e se entregar.

Na hora da conquista, o mineiro é galante. Uma piscada com o canto do olho,uma conversinha ao pé do ouvido, um sorriso manso, uma pegada discreta na mão, um convite para um passeio a dois, um bate-papo no msn kkk. Parece um sonho mas não é. É só o jeito mineirim de ser.

Claro que o mineiro também sabe ser cafajeste, é da natureza de qualquer homem porém, quem resiste a um forrozinho dançado juntinho, com ele olhando nos nos seus olhos e te segurando pela cintura. Nó, é melhor que pão de queijo quentim e do que cachaça curtida.

Até pra terminar um relacionamento o mineiro ser cordial. Ele chega, conversa, explica tudo tim tim por tim tim e no final ainda deseja boa sorte na vida. Quem é que consegue ter raiva de um trenzim assim?

Agora só não pise no calo do mineiro. Ele pode até ser bonzim, mas quando se irrita, ninguém guenta. O mineiro vira bicho e esquece todo esse lado cordial e bonzinho, ficando bravo e estourado como muitos duvidam. Nessas horas, ele só respeita pai e mãe afinal, pro homem mineiro, família é sagrada.

Os outros homens que me desculpem,mas troco a ginga de um carioca, ,a seriedade de um paulista, os olhos claros de um sulista, as farras boas de um nordestino por um bom mineirinho. O mineiro reúne todas as características acima com um diferencial: a delícia daquele sotaque susurrado ao pé do ouvido.

Por mim, se eu pudesse escolher, passaria o resto dos meus dias comendo pão de queijo num cantim lá na SERRA DO CIPÓ com um bom mineirim me fazendo um cafuné e me mostrando as belezas do seu estado. 
                             Bão demais .



FONTE-Internet

Arquivo do blog

Total de visualizações de página

Quem sou eu

Minha foto

Feirense, graduada em Administração, e artista plástica  especialista no desenho retrato com uma abordagem realista e sóbria, que utiliza exclusivamente a técnica do pastel, iniciou nas artes ainda na infância tem como foco fundamental a expressão dos rostos, seus temperamentos e a psicologia da expressão, a tradução de um sentimento, de uma emoção fugidia e instantânea. Começou a expor em 1996 após concluir o curso no Centro Universitário de Cultura e Arte (Cuca), é uma das fundadoras do Grupo de Arte contemporânea de Feira de Santana, pesquisadora da arte rupestre com exposição desse tema em 2007, e amante da arte contemporânea, na qual aborda temas polêmicos.
"Só me dirijo às pessoas capazes de me entender, e essas poderão ler-me sem
perigo."Marquês de sade

Seguidores

Redes